03/11 9:22

Seap já ofertou 26 mil cursos de qualificação profissional para internos do sistema prisional

DSC_2419

A parceria entre a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) e o Instituto Mundo Melhor (IMM), resultou na oferta de 26 mil cursos de qualificação profissional para custodiados do sistema prisional do Maranhão.

A parceria que está prestes a celebrar 2 anos, faz parte do programa de desenvolvimento educacional da Seap, o Rumo Certo. O IMM ainda recebe a cooperação da Ajufe (Associação dos Juízes Federais do Brasil), para estímulo da educação prisional.

O sistema prisional do Maranhão lidera o ranking de acesso à plataforma do Instituto, o que levou o Maranhão ao 1º lugar no ranking de conclusão de cursos online realizados por meio do IMM.

O secretário Murilo Andrade recebe placa de homenagem do coordenador do IMM, pela meta alcançada de cursos profissionalizantes

“Identificamos como um potencial parceiro para que pudéssemos ampliar as ações de educação profissionalizante nas unidades do estado. Para isso, ampliamos os nossos laboratórios de informática, para que mesmo em decorrência da pandemia, os internos continuassem tendo acesso ao estudo”, disse o secretário da Seap, Murilo Andrade.

A plataforma do Instituto Mundo Melhor disponibiliza 146 cursos profissionalizantes, que podem ser realizados pelos internos na modalidade de Ensino à distância (Ead), com os certificados reconhecidos pelo Ministério da Educação.

Um dos 43 laboratórios de informática que já foram implantados

Todas as boas práticas alcançados no sistema prisional foram apresentadas pelo coordenador do Instituto Mundo Melhor, Orion Barbosa, durante visita a Seap.

“É para reinclusão e ressocialização dos internos tanto na parte educacional como no encaminhamento profissional. O Rumo Certo é nosso principal parceiro, por sem bem expressivo com a quantidade de acessos, não só em números, mas pelo impacto social que ele proporciona”, disse o coordenador do IMM, Orion Barbosa.

Desde o início da parceria, 3.171 internos já foram capacitados e qualificados pelos cursos profissionalizantes. Por mês, são realizados uma média de 5 mil cursos pelos custodiados, que podem optar por mais de um curso por área.

O programa também é utilizado como remição de pena, desde que o curso seja concluído. Um diferencial no projeto, que já conta com a média de 11 mil dias computados.

Entre os cursos mais procurados no sistema prisional, destacam-se o de Introdução à Informática, Conceitos básicos de Pintura de Parede, Noções básicas de Mecânica Automotiva, Aproveitamento básico de alimentos, e Como conquistar seu emprego.

O programa inclui todo o sistema penal, e oferece a oportunidade de elevar o nível de escolaridade não só para as pessoas privadas de liberdade, mas também de seus familiares, pessoas egressas e servidores.


Contatos

contatos

GERAL

Fone: (98) 99101.5131

Localização

localização