23/12 11:47

SEAP, por meio da AGPEN, forma 18 alunos no 1º Curso de Operações Penitenciárias Especiais (COPE)

DSC_7435

A Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP), realizou nesta última terça-feira (21/12), às 16 horas, a formatura de 18 alunos do 1º Curso de Operações Penitenciárias Especiais (COPE), realizado no estado.

A capacitação que durou 75 dias, com 700 horas/aula, formou novos policiais penais que poderão atuar no Grupo de Escolta e Operações Penitenciárias Especiais (GRUPO ESPECIAL DE OPERAÇÕES PENITENCIÁRIAS – Geop), responsável por agir em intervenções nas unidades prisionais em situações de crise com maior propriedade em ocorrências de natureza especial.

DSC_6989

O curso foi realizado pela Seap, por meio da sua Academia de Gestão Penitenciária (AGPEN), e destinado aos servidores do sistema penitenciário do Maranhão, com o objetivo de proporcionar capacitação intensiva e específica aos policiais penais. Os cursos ofertados pela academia seguem as diretrizes básicas do DEPEN/MJ E ESPEN.

O secretário Murilo Andrade falou sobre o investimento realizado pela Seap para concretizar este curso. “Esse curso era muito aguardado pelos servidores que buscavam essa capacitação, e que pela primeira vez foi realizado pela Seap através da Agpen, com essa magnitude tanto em conteúdo, mas também por todos os profissionais que vieram de outros estados e de várias forças policiais para este treinamento”, disse.

A cerimônia contou com a presença do secretário da Seap, Murilo Andrade; o subsecretário secretário, Rafael Velasco; o diretor geral da Polícia Penal, João Francisco Rodrigues; o diretor da Agpen, Marco Rafael Silva; o coordenador do curso, Cesar Alberto Ericeira; o subcoordenador do curso, Hilton Cesar Ferreira, o coordenador geral do Geop, Jefferson Stenio Monteiro; além dos secretários adjuntos da pasta.

DSC_7295

Como convidados participaram o secretário adjunto da Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (SEMUSC), Antônio Roberto dos Santos Silva; o comandante do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) da Polícia Militar, major Márcio Rodrigues, capitão do Corpo de Bombeiros Militar, Davi; e o Investigador de Polícia Civil do Grupo de Resposta Tática /CORE, Queirós.

Foram 40 alunos que se inscreveram para participar do curso, onde houve várias fases eliminatórias como o Teste de Aptidão Física (TAF). Entre os 18 formandos no curso, inclui 15 policiais penais, 2 policiais militares e 1 guarda municipal.

Considerado o curso mais extenso e mais preparado da área, durou 75 dias, preparando os alunos para atuar em situações de rebeliões, motins, escoltas, patrulhamento de alto risco, combate em ambiente urbano e rural, recaptura de foragidos, ocorridas dentro das unidades prisionais ou em demais áreas de atuação da Polícia Penal Estadual.

DSC_6984

Além de instrutores locais, teve instrutores de outros estados como São Paulo, Distrito Federal, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Goiás, Pará, Rio de Janeiro.

Na cerimônia foram entregues certificados aos alunos destaque no 1º COPE, Alex Freitas Alves, Fabio Henrique da Costa Santos, e Wilson Mutran Branco Neto.

DSC_6989

O orador da turma, Adriano Ewerton Sousa, falou por todos os formandos do curso. “O curso veio consagrar nós servidores com esse treinamento especializado, além de tudo trazer reconhecimento. Não conseguiríamos se não fosse pelas nossas famílias, aos alunos de turma, a coordenação do curso, e a Seap, que investiu no que é mais precioso, que é o material humano, que são os servidores”, disse.

Dentre o conteúdo, os alunos concluíram disciplinas teóricas e práticas como sobrevivência policial, doutrina de intervenção, planejamento operacional, manuseio e técnicas de emprego da tonfa, intervenção prisional, gerenciamento de crises, armamento, munição e tiro, natação e noções de salvamento aquático, tecnologias não-letais, algemação, condução e imobilizações táticas, entre outros.



 

Contatos

contatos

GERAL

Fone: (98) 99101.5131

Localização

localização